Sapatas de Freio – Manutenção

Sapatas de Freio – Manutenção

As sapatas de freio ainda hoje, no ano de 2015, são amplamente utilizadas nos veículos fabricados. O sistema de freios a tambor é geralmente montado nas rodas traseiras. Na maioria das vezes ele é combinado com o sistema de freios a disco na rodas dianteiras. Apesar de ser um sistema antigo, o freio a tambor que trabalha com sapatas de freio, inventado em 1902, proporciona boa funcionalidade e durabilidade, características responsáveis pela sua permanência no mercado. No entanto, sua manutenção requer mão de obra especializada em freios, devido aos seus muitos detalhes de montagem e desmontagem.

Compõem o freio a tambor: tambores, sapatas e lonas de freios, trabalhando conjuntamente. Os tambores de freio são fabricados de ferro fundido e tem o formato de uma panela. As sapatas de freio, que tem a forma de semicírculo, trabalham como apoio para as lonas de freio. As lonas (ou cintas) são fabricadas com material similar a das pastilhas de freio, e constituem o material de fricção que pressiona a superfície interna dos tambores de freio, com a finalidade de diminuir a velocidade do veículo.

Além disso, temos ainda como componentes do sistema: cilindros de roda, regulagens e molas de freio.

Durante o Acionamento dos Freios a Tambor

O freio a tambor é um sistema hidráulico. Quando o pedal de freios é acionado, o cilindro mestre exerce pressão sobre o fluido de freios, que por sua vez, transmite essa pressão ao cilindro de roda, que está localizado entre as sapatas de freio. Os pistões (ou êmbolos) dos cilindros de roda são pressionados contra as sapatas, empurrando estas contra os tambores de freio. Quanto maior o diâmetro do cilind

ro de roda, maior também será a pressão exercida. O atrito da lona de freio, que se encontra na superfície côncava das sapatas contra o tambor diminui a rotação do mesmo, consequentemente também a rotação das rodas. A molas de freio atuam, em geral, trazendo as sapatas novamente à posição de repouso, ou seja, com os freios não acionados.

Outra função do sistema de freios a tambor é a de freio de estacionamento. Neste caso, o travamento das rodas é acionado, por meio de uma haste ligada à própria sapata de freio.

Manutenção e Regulagem das Sapatas de Freio

As lonas de freio apresentam maior durabilidade que as pastilhas de freio. Em geral, um jogo de lonas ou sapatas de freio duram em média o equivalente a aproximadamente três jogos de pastilhas.

Por outro lado as sapatas de freio necessitam ser reguladas periodicamente. Esta regulagem tem influencia sobre a eficiência das frenagens, tornando a resposta do pedal de freio mais rápida, como também na eficácia do freio de estacionamento.

Recomenda-se uma revisão a cada 30.000 km rodados que tem a finalidade de acompanhar o desgaste das lonas de freio, e também realizar a regulagem que mantém melhor eficiência da frenagem. Nessa ocasião aproveita-se também para detectar possíveis vazamentos de fluido de freio que são muito frequentes nos cilindros de rodas.

Se deseja saber mais sobre freios a tambor, ou qualquer outra informação sobre freios de automóveis, entre em contato com a Breque Freios. Pode enviar-nos uma mensagem através da nossa página de contato ou ligue para 3464-5033. Estamos localizados em Belo Horizonte, no Bairro Carlos Prates, Avenida Dom Pedro II, 2433.

Marcas de tambores de freio recomendadas: Fremax, MDS.

Marcas de Sapatas de Freio recomendadas: Mazzicar, TRW Varga, Fras-le.

Procurar peças