Fluido de Freio: quando trocar? – Freios Breque

Fluido de Freio: quando trocar? – Freios Breque

O que é Fluido de Freio?

O fluido de freio é um tipo de líquido especial para ser utilizado no sistema de freios do seu carro. Sua função principal é a de transferir a pressão exercida sobre o pedal de freios até as pastilhas e sapatas de freio que, atuando junto com os discos e tambores, vão parar o veículo.

 

Características do Fluido de Freio

Como características principais, o fluido de freio possui uma baixa taxa de compressão (compressibilidade) e alto ponto de ebulição. A relação entre esses dois aspectos vão determinar a qualidade desse produto.

Compressibilidade: ao ser acionado o freio, o fluido não deve perder em volume e transmitir essa pressão à outra extremidade do sistema, que no caso seriam as pastilhas e sapatas de freios que estão junto às rodas.

Ponto de ebulição: o fluido de freios trabalha com altas temperaturas geradas pelo atrito dos discos com as pastilhas de freio ou das sapatas com os tambores, portanto deve estar apto para trabalhar assim sem que suas propriedades originais se modifiquem, principalmente a compressibilidade. Quando o fluido de freio entra em ebulição formam-se bolhas de ar no sistema ocasionando falha na frenagem.

 

Classificação do Fluido de Freio

A classificação mais usada para os fluidos de freio é a do Departamento de Transporte dos EUA  que classifica o fluido de freios em DOT3, DOT4 e DOT5:

DOT3: é um tipo de fluido mais econômico, têm o ponto de ebulição mínimo determinado pelo DT EUA mais reduzido; 205 C .

DOT4: é o fluido utilizado com mais frequência pela maioria das montadoras, tem o ponto de ebulição padrão mínimo de 230 C.

DOT5: utilizado para veículos de maior performance, como os carros de competição, o ponto de ebulição mínimo é de 260 C. Nesse caso, temos uma subdivisão entre DOT5 e 5.1. O DOT5 é à base de silicone e o 5.1 à base de óleos minerais. A desvantagem do fluido à base de silicone (DOT5) é a de que ele não pode se misturar com outros.

 

Manutenção e Troca do Fluido de Freio

O fluido de freio é higroscópico, isto é, ele absorve umidade do ar, portanto com o tempo ele vai se diluindo e até mesmo se transformando em água.

Com a sua diluição ocorre uma redução no ponto de ebulição do fluido de freio. Isso não é aconselhável, pois quando o fluido de freio ferve ocorre falha na frenagem do veículo devido às bolhas que se formam com o fervor. Ou seja, há uma significativa perda de compressibilidade.

Por esse motivo, recomenda-se a substituição preventiva do fluido de freio uma vez por ano ou a cada 10.000 km rodados.

Existem ferramentas próprias de diagnóstico do fluido de freio, uma delas mede o seu ponto de ebulição, outra detecta a porcentagem de água já absorvida do meio ambiente, que não deve passar de 4%.

Máquina-teste-fluido-de-freios

Máquina que Mede o Ponto de Ebulição do Fluido de Freios

Dicas e Curiosidades sobre Fluido de Freio

1) A cor do fluido pode variar de acordo com o fabricante: transparente, vermelho, azul, etc.

2) Não se recomenda completar o fluido de freio no reservatório, a menos que haja um vazamento no sistema de freios. Em caso de vazamento o nível deve ser completado imediatamente para evitar a perda da frenagem.

3) A tampa do reservatório do fluido de freios têm um respiro, se não fosse assim o sistema não funcionaria, por esse motivo o fluido está sempre em contato com o ar.

4) Não há problema em substituir DOT3 pelo DOT4 ou o DOT4 pelo DOT5, mas nunca faça o contrário.

5) O fluido de freios também trabalha como um lubrificante do sistema de freios.

6) Recomendamos três marcas de fluido de freio bem conhecidas no mercado: Bosch, ATE ou TRW/Varga.

 

Se ainda ficou alguma dúvida sobre este assunto entre em contato com a Breque Freios. Ou se você gostaria de mais informação geral sobre freio leia no nosso blog.

Procurar peças